Transforme seu casamento com o poder do evangelho

casamento]

A transformação do seu casamento começa por você. Coisas básicas que são suas responsabilidades precisam ser cuidadas. Para evitar que se transforme em algo maior e irreparável.

Casamento é assunto delicado, é algo forte e duradouro.

É necessário cuidar mesmo quando está tudo bem. E cuidados nunca são demais quando se trata de relacionamentos.

Criando novos hábitos

Somo seres falhos, e podemos até mesmo não perceber se tem algo errado. Ore sempre por sua família, e cuide para que certos hábitos não se instalem.

Qualquer maltrato não deve ser aceito ou tolerado, isso deve ser cortado, o recado deve ser direto. Não responda no mesmo tom. A comunicação deve ser respeitosa. O aceitável de hoje pode se tornar o insuportável amanhã.

E atitudes positivas são sempre bem vindas, mas você realmente está pronto para enfrentar as situações do relacionamento?

É importante que você mantenha um bom canal de comunicação com o seu parceiro, demonstre interesse pela vida do outro e pergunte se a sua ajuda pode ser útil.

Aproveite para incentivar o seu companheiro a falar o que o incomoda, e essa liberdade deve ser mantida e aprimorada por ambos.

Ter paciência e demonstrar disposição para compreender o outro é fundamental, a para evitar os desgastes da rotina, se lembre se abraçar e beijar, além de fazer elogios quando for possível. Além disso, criar momentos de intimidade e prazer é algo que deve ser promovido por ambos.

Demonstrar afeto é a maneira de demonstrar amor. E verbalizar é necessário para que a outra pessoa saiba o que você está pensando.

Pequenas surpresas agradáveis alegram o dia de qualquer pessoa.

É importante conversar com o seu companheiro sobre os seus sonhos e planos, porque sonhar junto torna os sonhos possíveis. Dessa forma, você permitirá que o seu companheiro participe da sua vida. Pedir a opinião do seu companheiro é uma excelente oportunidade de ter uma visão diferente da sua sobre aquele assunto, olha que maravilha!

E colaborar com a sua opinião para que o seu companheiro consiga chegar em uma boa alternativa é parte da sua responsabilidade. E não há nada mais gostoso que sonhar junto.

A importância da oração

Orem juntos, ore com o seu companheiro, e peça por sabedoria para cumprir o seu papel dentro dessa união. Ler a bíblia juntos, ter contato com a palavra de Deus, faz com que ambos aprendam como ter um relacionamento saudável. Afinal, a bíblia é cheia de dicas preciosas para todos os relacionamentos.

Uma das maiores transformações e satisfações que você pode sentir em sua vida é propondo uma atividade muito simples para o seu companheiro, peça ao seu companheiro que ore por você, e faça o mesmo. Incluam essa atitude na sua rotina.

Isso fará de vocês um exemplo para os familiares e amigos, com certeza!

 

Algo que desvia a nossa atenção, e cada vez mais, são os eletrônicos (celular, computador, TV etc). Mas experimente esses momentos juntos, desliguem esses aparelhos e conversem. Manter contato físico, contato, visual, fazer passeios à sós, uma viagem juntos, tudo isso cria cumplicidade, e um se torna referência para o outro.

 

É importante refletir sobre todos os aspectos de suas vidas, de seu relacionamento. Em suas orações peça a Deus discernimento e sabedoria para conduzir a sua relação da melhor forma possível.

Pode não ser fácil no início, pode parecer impossível. Mas vale muito a pena.

Agora pense, você acredita na força do amor? Então tenha fé que dias melhores virão, acredite no amor que vem de Deus.

 

Como estudar teologia a distancia

Primeiramente, devemos entender o conceito de teologia. Teologia é o estudo sobre a existência de Deus e seus preceitos. A teologia também realiza um estudo das religiões analisando seu contexto histórico.

Estudar teologia a distancia permite fazer um aprofundamento na palavra de Deus. Os conhecimentos teológicos auxiliam a pessoa de forma que ela pregue com mais propriedade. Pois com os conhecimentos adquiridos a pessoa é capaz de montar um estudo ou uma ministração totalmente baseada na palavra.

BACHAREL EM TEOLOGIA

BACHAREL EM TEOLOGIA

Então entenderás o temor do Senhor, e acharás o conhecimento de Deus”. Provérbios 2:5

Como estudar teologia?

Esta pergunta pode ter várias respostas. A ideia aqui não é indicar uma escola de teologia específica e nem indicar um tipo de estudo específico. As respostas indicadas a seguir visam proporcionar um direcionamento para aqueles que pretendem adquirir conhecimentos teológicos.

Vamos conferir a seguir passos importantes sobre como podemos estudar teologia.

1) defina O que te leva querer estudar teologia: É preciso que você tenha uma definição de qual o seu objetivo. Se você pesquisar na internet, encontrará vários cursos envolvendo assuntos diferentes. É importante que você tenha definido qual é a sua necessidade em fazer um estudo teológico.

2) estudar teologia requer tempo: A teologia é ampla, seus assuntos podem ser extensos. É importante dedicar um certo tempo. É necessário que você siga corretamente a linha de estudo. Se você começa por pesquisar o contexto histórico, prossiga até terminar essa linha de pesquisa.

Alguns assuntos são mais complexos e outro são mais simples. Não passe de um tema de você não entendeu bem o seu conceito. Dúvidas pequenas podem te atrapalhar com temas maiores.

3) o estudo pode ser presencial ou à distância: Existem hoje em dia cursos de teologia à distância, além de presencial. O ensino presencial é oferecido em faculdades ou em igrejas. O ensino a distância é bem indicado para pessoas que não dispõe de muito tempo para se locomoverem até o loca de curso presencial. Geralmente o método de ensino é o mesmo.

Quem estuda teologia a distância deve ter o comprometimento de fazer as atividades previstas e de dedicar o tempo necessário para aplicar os seus conhecimentos.

4) tenha materiais que possa auxiliar: A bíblia é a base principal do estudo da teologia. Mas vale ampliar sua visão com materiais que possam ser úteis. Livros ou dicionário bíblico são interessantes.

Mas lembre-se se que a sua principal fonte será a bíblia. Ainda que você leia artigos ou livros, verifique sempre as referências bíblicas contidas nos mesmos.

Não avance nenhum assunto sem entender o tema atual que estiver estudando.

5) realiza a prática: coisa melhor para aplicar os conhecimentos que se vai adquirindo na teologia é a prática. É válido fazer um estudo com um grupo de pessoas, ou até mesmo fazer uma pregação adotando aquilo que se tem aprendido.

Quando você faz um esboço de uma pregação com bases sólidas, você tem mais confiança para falar. A prática complementa grandemente toda teoria teológica.
6) faça leitura da bíblia: quando você começa a estudar teologia você segue um cronograma, com definição dos assuntos que serão tratados. Mas não podemos descartar a leitura da bíblia.

Faça isso em paralelo.  Enquanto você aprende teologia você pode ler a Bíblia.  É assim que podemos entender a vontade de Deus.

Ao fazer a leitura bíblica você estará unindo o conhecimento teológico com a palavra de Deus. E com isso, naturalmente você irá começar a decorar alguns versículos, não será uma decoreba automática, mas sim será um processo natural.

Será natural ao ponto de você estar conversando sobre determinada situação com alguém é lembrar de determinado versículo que se encaixe na situação.

Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra até o ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e as intenções do coração”.
Hebreus 4:12

Conclusão:

Estudar teologia não é só questão de ter um diploma ou certificado que comprove que você tem conhecimentos teológicos.  Estudar teologia é estudar a essência de Deus. É entender questões vividas pelas igrejas.

Quando você adquire conhecimentos teológicos bíblicos as suas palavras se tornam palavras convictas.

Para estudar teologia devemos:

  • Definir o objetivo de estudo
  • Dedicar tempo
  • Definir entre presencial ou EAD
  • Adquirir materiais que possam auxiliar
  • Colocar em prática os conhecimentos adquiridos
  • Ler a Bíblia constantemente

 

 

5 ensinamentos bíblicos passados por Chico Xavier

Francisco Cândido Xavier, mais conhecido como Chico Xavier (1910-2002) é o expoente máximo da Doutrina Espírita no Brasil, e não apenas isso, ele também é tido com um dos maiores, se não o maior, líder espiritual do Brasil.

Em sua vida, Chico Xavier psicografou mais de 450 livros, vendendo mais de 50 milhões de cópias. Contudo, sempre foi um homem de vida humilde, pois cedeu todo o direito autoral de sua obra para instituições de caridade.

Chico Xavier também psicografou mais aproximadamente 10.000 cartas para pessoas que buscavam consolo de seus entes queridos que haviam desencarnado. Ele nunca cobrou por isso.

Seguindo os preceitos da Doutrina Cristã iniciada por Allan Kardec na França no século XIX, Chico Xavier nos deixou muitos ensinamentos. Muitos deles relacionados com o que a Bíblia prega.

Veja a seguir 5 conselhos ensinamentos bíblicos de Chico Xavier.

  1. A caridade e o amor ao próximo

O lema do Espiritismo é “Fora da caridade não há salvação”. Contudo, Chico Xavier pregava que a caridade nada mais é do que amor, e fora do amor não há salvação.

Isso porque esta caridade difundida pelo Espiritismo e propagada por Chico Xavier, não está relacionada apenas com a doação e divisão de bens com os mais necessitados, mas sim em amar o próximo e se doar sem espera reconhecimento ou algo em troca.

Este amor ao próximo demonstrado em atos aproxima o homem de Deus e evolui o espírito.

Umas das célebres citações de Chico Xavier, em resumo, diz que: Jesus, em sua passagem na terra, não pediu muita coisa aos homens. Ele não exigiu sacrifícios dificultosos e grandes, como escalar o Everest. Ele pediu apenas que amássemos uns aos outros.

Para o Cristianismo, como a Bíblia registra o expoente máximo de amor ao próximo é Jesus, que deu sua vida para salvar o mundo.

  1. Perdoar e não julgar nossos semelhantes

Assim como Jesus perdoou seus crucificadores, Chico Xavier nos ensina o perdão como uma forma de redenção de tudo que nos fez mal.

Em nossa vida terrena, estamos sujeitos a cometer erros e acertos. Assim, ele nos ensina a ser condescendentes com o próximo e deixar os julgamentos para Deus.

A Doutrina Espírita pregada por Chico Xavier também acredita na Lei do Retorno, em que atitudes e sentimentos que temos nessa vida, retornam em outra encarnação.

Assim, a mágoa que guardamos por não termos praticados o dom divino do perdão irá estar presente em outra vida.

Devemos perdoar e seguir em frente, assim como Deus nos perdoa por nossos atos falhos. Para Chico Xavier, “a natureza é a face do perdão de Deus para conosco”.

  1. Fé e perseverança nas promessas de Deus

 

Chico Xavier, bem como os escritos bíblicos, enfatiza que a fé nos designíos de Deus é o caminho da verdade.

Ainda que passemos por momentos difíceis e tortuosos, não devemos perder a fé de que tudo passará e dias melhores virão.

 

Por isso, devemos seguir em frente trabalhando a nossa evolução espiritual e crer que, como Chico Xavier ressalta, “tudo se renova na terra, mas o que vem do céu permanecerá”.

Viva sem ansiedades

A ansiedade é a inquietação, incerteza ou falta de paciência com as situações cotidianas da vida.

Em obras psicografadas por Chico Xavier, André Luiz nos aconselhou que não devemos nos afligir por antecipação, pois a vida trata de resolver nossos problemas e nos dar os livramentos necessários com o auxílio invisível de Deus.

Este preceito está em concordância com a Bíblia, que em Filipenses 4:6-7 diz, basicamente, que as pessoas não devem se preocupar com coisa alguma. Ao invés disso, elas precisam apresentar seus problemas a Deus, a partir de súplicas e orações. Deus dará o conforto necessário para os momentos difíceis.

Assim, devemos seguir nossa vida sem sofrer por antecipação ou com medo do futuro. Devemos manter nossa mente livre de angústias e ansiedades, pois Deus está cuidando de nossos problemas e de nossa vida.

  1. Não devemos viver para bens materiais

Em sua vida na Terra em suas obras e trabalhos, Chico Xavier nos ensinou a não fazer culto de bens materiais. A própria trajetória de vida dele é um exemplo desse ensinamento.

A nossa vida deve ter um objetivo maior que o acumulo de riquezas. Não adianta em nada uma pessoa ser rica de coisas e pobre em espírito.

Chico Xavier acreditava que tudo que as pessoas criam para si, que não tem necessidade, acaba se transformando em depressão e angústia.

Esta frase demostra a vida vazia daqueles que vivem para acumular bens materiais.

Este conselho de Chico Xavier para uma vida onde a busca pela elevação do espírito, o amor e a caridade devem ser a prioridade.

Este também é um ensinamento bíblico que diz em Marcos 8: 36-37 que não adianta um homem ter um mundo inteiro nas mãos se ele perder a sua alma para isso, pois a alma não tem preço.

A alma e a consciência tranquila vale mais do que qualquer riqueza material.

 

 

 

Como deve agir uma mulher temente a Deus

mulher temente a Deus

O papel da mulher dentro da sociedade moderna mudou muito. Conquistamos mais oportunidades e avançamos, bem pouco, em questões de igualdade e liberdade. Este último ainda caminha a passos vagarosos, infelizmente. Mas no meio desse nosso cotidiano, como será que a mulher de Deus deve se comportar? Neste artigo, vamos abordar 3 hábitos saudáveis temente a Deus.

Quem assumi um compromisso com Deus, independentemente do gênero, precisa seguir um caminho de harmonia e de boas atitudes.  Mesmo dentro da igreja, não sou poucos os casos de pessoas que fazem parte de intrigas, brigas e isso só prejudica o bom caminho com Deus e com os demais.

Entre os hábitos saudáveis da mulher cristã, cuidar da família e da manutenção das boas relações de amizade é uma das principais tarefas e deveres. É só sairmos às ruas e vermos os noticiários da televisão para observar a falta de amor e cuidado em diversas famílias brasileiras.

E é óbvio que esse não é o caminho que um bom cristão deve seguir, propagando o ódio e rancor entre seus irmãos. Independente da igreja ou congregação que você faz parte, a sua relação com Jesus precisa ser a mais pura e honesta possível.

Nem sempre fazer parte de uma congregação é o suficiente para nos mantermos em paz e de acordo com os princípios de Deus. O caminho da salvação é individual e, cada mulher cuida disso através de seus bons hábitos e comportamentos diante da vida com Jesus.

Mulher, papel fundamental

Como seria o mundo sem o cuidado e zelo das mulheres? Depois de anos de tanta opressão, a sociedade e alguns instituições como a própria igreja ainda não se deu conta do papel fundamental da mulher.

Apesar de muitas culturas ainda defenderem o temos das mulheres em relação aos homens e seus maridos, acreditamos que entre os três hábitos saudáveis da mulher cristã está o temor a Deus e somente.

É claro que uma boa mulher cristã cuida do seu lar e de sua família, mas essa relação com seu marido precisa ser de respeito mútuo, e não de temor por ele ser homem.

 3 hábitos saudáveis da mulher cristã

 1 – Atenção aos filhos e família

Entre os 3 hábitos saudáveis da mulher cristã que gostaríamos de destacar neste artigo está o cuidado com os filhos e com a família. Apesar da mulher atualmente ter outras tarefas, inclusive fora do lar, ela é a grande líder de uma família, muitas vezes mais até do que o próprio homem. E isso acaba ocorrendo devido à sua sensibilidade como mulher, coisas que os homens jamais terão.

 2 – Oração como escudo

Um dos hábitos saudáveis da mulher cristã está a busca pela oração constante, já que será através disso que qualquer cristão conseguirá se manter firme no caminho de Deus. É importante ressaltar também que o papel da igreja é importante, mas a oração pode ser feita em qualquer lugar. Hoje, é preciso vermos com outros olhos a questão da obrigatoriedade de se frequentar um templo.

3 – Cuidar do seu interior

Essa tarefa não é fácil diante de uma mídia cada vez mais conturbada, e que perpetua informações errôneas e desnecessárias o tempo todo. Hoje, a mulher é vista como um objeto sexual e, por isso, precisa cuidar o tempo todo da sua aparência física para ser aceita. Acontece que entre os 3 hábitos saudáveis da mulher cristã este destacamos como o contrário. A boa cristã cuida da sua paz interior e automaticamente ela se tornará bela em seu exterior. É claro que, como mulher, é natural uma certa vaidade, o que não pode é ficarmos oprimidas por um modelo inalcançável de beleza.

 

Como podemos ser justificados em Cristo?

 

justificação em cristo

justificação em cristo

A doutrina da justificao nada mais é do que um conceito teológico que está presente no cristianismo que fala sobre a posição do ser humano em relação à justiça de Deus.

Entretanto é importante ressaltar que o conceito de justificação varia de acordo com a vertente católica tendo suas diferenças de acordo com cada uma delas.

Para saber mais sobre a Justificação em Cristo continue lendo esse texto e descubra tudo o que você quer saber.

Mas afinal, o que é a doutrina da justificação em Cristo?

Falando de uma forma bem simples a doutrina da justificação em Cristo nada mais é do fazer alguém justo perante Deus através da fé, isso é, quando Deus declara que justo todos aqueles que aceitam receber Cristo.

Um detalhe importante da doutrina é que pode-se dizer que foi o conceito utilizado por ela que foi o catalisador da Reforma e um dos conceitos de base do luteranismo e de todas as demais denominações cristãs que provem da Reforma Protestante.

Isso por que Lutero contrariou a afirmação da Igreja Católica de que se deve acrescentar à fé boas obras para alcanças a salvação, defendendo a afirmação do apóstolo São Paulo que dizia que “o justo viverá pela fé”.

Vale ainda lembrar que apesar das muitas diferenças teológicas a maioria das tradições cristãs não acreditam que a fé seja base para a justificação e sim um meio de chegar à ela ou mesmo um instrumento.

Um pouco mais sobre a doutrina da justificação em Cristo

Muita gente não sabe mas a doutrina da justificação não era algo muito bem compreendido na Idade Média e isso acabou gerando uma série de prejuízos, como a escravidão da consciência e conceitos errôneos a respeito de Deus e Sua justiça.

Isso desvirtuava o cristianismo e não permitia que as pessoas compreendessem o verdadeiro significado da doutrina, que é algo imprescindível para todo cristão.

Para melhor compreensão da doutrina da justificação é importante ressaltar que o homem justificado não irá se tornar justo e sim ser declarado justo, que são declarações bem distintas e esse foi um erro comum durante muitos anos: confundir o termo “tornar justo” com “justificar”.

Isso por que a justificação nada mais é do que o direito de todos de acessar a comunhão de Deus, não se tratando de uma justiça gerada no homem.

A doutrina da justificação tem como base a justiça de Cristo, visto que o homem é incapaz de se auto-justificar, ficando a cargo de Deus a tarefa da justificação.

Com isso tudo é que então surge uma dúvida em muitas pessoas sobre como Deus, sendo totalmente justo, pode justificar um home que peca e é injusto.

É então que Paulo deixa claro e responde que Cristo faz justiça por nós. Sendo assim, Deus não é injusto ao justificar o injusto visto que o fundamento é a justiça de Cristo.

Já quanto ao meio pelo qual o homem pode se apropriar da justificação, segundo Paulo, isso só acontece pela fé e não através de obras edificantes. Entretanto é importante cuidar para não errar, tendo a fé como a fonte da justificação pois é imprescindível ter em conta que a fé em si mesma não justifica, ela é apenas um receptor.

Isso por que a fonte da justificação é sempre Deus e a Sua justiça é a cruz de Cristo. Logo o homem nunca é justificado pela sua fé pois se isso acontece a fé deixa de ser um meio e passa a ser uma obra de mérito.

Agora você já sabe mais sobre a doutrina da justificação. Aproveite!